Dicas para evitar a falha de memória na hora da prova

0
388

Todo estudante que almeja a aprovação num concurso ou vestibular dedica muitas horas do seu dia ao estudo.

Muitos abrem mão da companhia da família e do lazer com os amigos durante todos os meses que antecedem a prova. Essa rotina intensa de estudos pode ser a chave do sucesso no processo seletivo.

Porém, os imprevistos acontecem e podem atingir a todos.

Um dos principais vilões dos vestibulandos na hora da prova é o famoso branco, ou apagão.

Uma simples falha de memória pode colocar em risco todo o esforço e dedicação de meses. Os motivos que levam a um branco são muitos.

A pressão da aprovação, o stress, a grande quantidade de informações e conteúdos podem ser sufocantes e acabar gerando uma situação de esquecimento.

O que fazer para evitar?

Em primeiro lugar, estar realmente preparado é a principal saída. A decoreba pode ser uma rival nesses momentos.

No processo de decorar, os assuntos não são absorvidos e sim memorizados por um curto período de tempo.

Com isso, as chances de você esquecer uma informação no momento do exame fica ainda maior.

Por isso, tire tempo para estudar calma, com o objetivo de compreender mesmo os assuntos.

Inclusive, a calma é outra característica que o estudante precisa desenvolver para se sair bem.

O nervosismo compromete a atividade cerebral. Por isso, crie técnicas para relaxar e se manter concentrado.

Se possível, faça uma pausa para refrescar os pensamentos, respire, saia para tomar uma água ou ir ao banheiro, talvez até olhar a paisagem.

Além disso, durma bem e descanse o suficiente por noite.

O sono pode influenciar diretamente no seu desempenho.

É durante esse momento que as informações armazenadas são processadas no cérebro e, por fim, deixada na memória a longo prazo.

Uma noite comprometida coloca em risco todo o conteúdo que você se dedicou para estudar.